24.2.15

"Dunga" envia sua análise sobre o resultado do Carnaval 2015

CARNAVAL 2015 - MAIS DO MESMO
Antônio Carlos "Dunga" Brunet
            Há vários anos participo da Comissão Julgadora do Carnaval de São Francisco de Assis, convidado pela Secretaria de Educação e Cultura, através do Departamento de Cultura. O mesmo se dá com vários outros conterrâneos, sempre dispostos a colaborar para o crescimento da nossa maior festa popular.
            No presente ano, a pedido das próprias Escolas de Samba, a Secretaria buscou elementos de fora da cidade para cumprir a tarefa de avaliação, alegando aquelas, inclusive publicamente, via entrevistas e depoimentos, sermos nós, os avaliadores até então, incompetentes para tal desempenho.
            Desta feita, a Prefeitura Municipal, acatando o pedido veemente das Escolas, empenhou-se o máximo possível trazendo julgadores "estrangeiros" (inclusive gastando o que não podia, dinheiro este que poderia ser investido num acréscimo de verba para as próprias Escolas, porém, como diz o ditado, 'amarra-se o burro à vontade do dono').
            Para mim foi um alívio, na medida em que pude simplesmente assistir aos desfiles, sem a responsabilidade que o posto de julgador demanda, e, como público, me deixar levar pelas decisões tomadas por aqueles que, teoricamente, detém um conhecimento que a nós, simples mortais assisenses, foi negado (segundo o entendimento das Escolas que concorrem no nosso carnaval).
            Toda essa introdução foi para registrar a minha grande surpresa com relação ao resultado, na medida em que o mesmo foi exatamente igual ao do ano passado, classificação por classificação (lembrem-se de que em 2014 a Escola de Samba Unidos do Pé Preto também havia se classificado em primeiro lugar, no somatório de pontos, mas que caiu para terceiro, devido a uma punição regulamentar aplicada pela Organização do evento), ou seja, o resultado de 2014 seria UNIDOS DO PÉ PRETO, ASAS DA LIBERDADE, MOCIDADE INDEPENDENTE, IMPERADORES DO SAMBA e GAVIÕES ASSISENSES (qualquer semelhança com o resultado do corrente ano não é mera coincidência). Este fato vem para corroborar nosso trabalho ao longo destes anos à frente da Comissão Julgadora e na batalha para o aprimoramento da nossa folia. Acredito que, se no ano que vem, a Prefeitura Municipal resolver trazer jurados do carnaval carioca para a nossa cidade, os resultados não serão muito diferentes daqueles que apresentamos na trajetória histórica do concurso. Foi necessária e reveladora a presença de julgadores fora do ninho. Principalmente para, espero, alertar aos componentes das Escolas participantes, sobre os equívocos cometidos na Avenida, que se repetem moto-contínuo e tão bem salientados e justificados pelos colegas de além-fronteiras.
            Procuro manter-me isento de qualquer envolvimento direto com as Escolas, embora conheça e tenha vínculos com vários componentes, na medida em que vivemos juntos, dividimos o mesmo espaço, e lutamos pelo engrandecimento de nosso carnaval e de nosso município. Recusei convite para desfilar em duas das escolas participantes, devido ao meu senso ético e de responsabilidade para com os futuros carnavais, pois, creio, ser muito mais útil do lado de fora, com minha visão crítica (limitada, é óbvio, pois não sou uma enciclopédia dos cânones carnavalescos, embora saiba muito bem separar o joio do trigo) do que arrastar meus 120kg somados aos meus 62 anos de idade, tropegamente pela avenida, em busca de uma vaidade perdida em outros carnavais.
            Para encerrar, serei bem pessoal. Como público, pois, realmente, não me detive em análises detalhistas de nenhum critério técnico (estava livre, leve e solto), a minha classificação seria, em ordem decrescente: IMPERADORES DO SAMBA, UNIDOS DO PÉ PRETO, ASAS DA LIBERDADE, MOCIDADE INDEPENDENTE e GAVIÕES ASSISENSES.
            No mais, parabéns à Organização do evento, e, principalmente às Escolas, que sabem como ninguém, o que é ter de matar um leão por dia, para, generosamente, expor sua emoção e bravura à tapa, a cada fevereiro. E que venha o Carnaval 2016, e junto com ele que venham arquibancadas, uma boa iluminação, uma boa verba para contentar a todos e uma boa equipe de avaliadores, de Marte ou da Tijuca, e que saibam ser justos como sempre procuro ser.

Antonio Carlos 'Dunga' Brunet
Carnaval 2015.
           

            

Nenhum comentário: