27.7.13

Músico Amilton Brum lança seu novo CD neste domingo!

CD "Onde o Rio Grande é mais Rio Grande"
Lançamento: 28/07/2013
Local: CTG Negrinho do Pastoreio, a partir das 12h.


Saiba mais sobre este músico:

Amilton Brum é natural de São Francisco de Assis, filho de Plinio Betim Brum e de Georgina Ereno Brum, o qual sempre expressou no seu dia a dia, o orgulho que sente de suas origens.
Amilton sempre manteve a vontade de aprender a tocar, porém lhe faltava oportunidade, pois, por ser de família humilde, seus pais não tinham condições de lhe dar uma Gaita. Mas enquanto ia crescendo continuava sonhando fabricando gaitinhas de papel ou de palha de coqueiro, chegando a fabricar um violão de lata de azeite e cordas de linha de pescar que dava um jeitinho de surrupiar das linhas de pesca do seu pai.
Mais tarde começou a cantar nos bailes de campanha na esperança de um dia gravar um disco para seus amigos ouvi-lo no rádio. Após o alistamento militar, negociou uma novilha por uma gaita, isso tudo sem com que o seu pai soubesse pois era a novilha que o velho havia lhe dado para iniciar seu capital. Não foi fácil de contar para o pai o negócio que havia feito, mas teve que criar coragem e contar o fato, e quase que foi obrigado a desfazer o negócio, mas depois de muitos resmungos as coisas foram se acomodando e o Amilton fazia as lides correndo para que lhe sobrasse tempo para sentar-se  à sombra do arvoredo grande e meio longe das casas na tentativa de aprender tocar.

A partir daí, surgiram os primeiros “floreios” e até que foi contratado para tocar um baile na casa do saudoso Picolino, um senhor que era muito amigo da família, e com aquela meia dúzia de marcas que iam se repetindo e outras no improviso foi uma noite inesquecível, pois foi seu primeiro compromisso.

Hoje com mais de vinte anos de carreira profissional, oito discos gravados entre eles quatro com os Piazitos do Fandango, dois com o grupo Tche Piá e um solo intitulado “Do Tamanho do Rio Grande”, o CD O Campeiro e o Cantador este em dupla com Eri Cortes, interpretando composições do Poeta também Assisense, Salvador Lamberty, e  agora mais um CD solo este que  tem o título “Onde o Rio Grande é mais Rio Grande”.

Além disso, o músico se dedica à gravação de artistas de nossa terra e região em seu estúdio próprio -  “JAEB ESTÚDIO” no intuito de trabalhar e dar oportunidade a muitos, que às vezes por falta de oportunidade de gravarem o seu trabalho, se tornam talentos perdidos.

Amilton Brum já foi premiado em vários Festivais Nativistas entre eles: Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana, Coxilha Nativista de Cruz Alta, Gauderiada da Canção Gaúcha de Rosário do Sul, Tertúlia Nativista de Santa Maria entre outros, conquistou o 1º lugar na linha Bugio do nosso festival Querência do Bugio, 14º aparte, desta vez na sua terra natal, São Francisco de Assis, e o 3º lugar na 2ª Convenção Nativista em Júlio de Castilhos. Representou São Francisco de Assis em São Chico de Paula, no festival Ronco do Bugio, onde juntamente com o seu amigo e parceiro de luta Eri Côrtes, conquistaram o 2º lugar, também com o Eri Cortes, ganharam Música mais Popular no Canto dos Ervais em Palmeiras das Missões, e daí por diante vieram várias outras conquistas pelos palcos do Rio Grande tais como “Mais Popular” no Grito do Nativismo Gaúcho da cidade de Jaguari em 2012, e 2º lugar no Canto Missioneiro da cidade de Bossoroca em dezembro de 2012.

Recentemente conquistou o 1º lugar na 7ª Quarteada em Santo Cristo.

Nenhum comentário: