26.2.13

Ernani Polo participa de Seminário Mundial das Doenças Raras em Brasília

Ernani Polo participa de Seminário Mundial das Doenças Raras em Brasília
O parlamentar também irá tratar da CPI da Telefonia em João Pessoa

Nesta quarta-feira (27), o deputado Ernani Polo (PP), coordenador da Frente Parlamentar em Defesa das Pessoas com Deficiência irá participar do Seminário Mundial das Doenças Raras, que acontece às 14h no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados em Brasília, coordenado pelo deputado Federal Romário (PSB).
Na ocasião, médicos especialistas e representantes de entidades ligadas ao tema irão palestrar sobre as particularidades da pesquisa clínica sobre doenças raras, direitos do cidadão ao atendimento de qualidade, programas e políticas de adesão às pessoas com doenças raras, além de depoimentos de familiares. “A sociedade precisa se educar e participar com ações concretas para acolher e proporcionar melhor qualidade de vida às pessoas com deficiência. Neste seminário estaremos também buscando mais subsídios sobre as doenças raras, que acometem pessoas que precisam de qualidade especial no atendimento, de acessibilidade e, principalmente, de medicamentos diferenciados, manifestou Ernani.

CPI da Telefonia

Ernani Polo participará, na quinta feira (28), em João Pessoa na Paraíba, de reunião executiva da União Nacional dos Legislativos Estaduais (UNALE), que terá como tema principal a má qualidade dos serviços de telefonia no Brasil. Ernai Polo já colheu 51 assinaturas na Assembleia para a instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que irá investigar a qualidade dos serviços no Rio Grande do Sul. O requerimento de CPI deverá ser protocolado na próxima semana. “ Há um desejo já manifestado por outros estados de realizar a mesma iniciativa da instalação de CPIs, para discutir a fundo os serviços prestados em telefonia, que observamos serem precários e com alto custo ao consumidor”, avalia o deputado Ernani.
A UNALE já distribuiu o requerimento de CPI a todas as Assembleias do país, sendo que os estados do Tocantins, Acre, Paraná, Santa Catarina também estão movimentando-se para a instalação.

Nenhum comentário: