26.9.12

Foi ao ar no horário eleitoral gratuito


 NOTA DA ALIANÇA DEMOCRÁTICA POPULAR
Atenção população assisense!
Vejam só a que ponto chega a ganância pelo poder e a maldade na política assisense. O atual presidente da Câmara de Vereadores, num ato intempestivo e para autopromoção, tenta denegrir a imagem do Prefeito Ernani e não mede conseqüências de seus atos.
Devido a recente aprovação pela Câmara de Vereadores de requerimento para abertura de processo de cassação do Prefeito Ernani em decorrência de atrasos nos repasses do duodécimo para o Poder Legislativo, esclarecemos o que segue:
1º) Jamais a Prefeitura deixou de repassar os recursos necessários para o regular funcionamento da Câmara que perfaz R$ 136.039,78/mês e R$ 1.632.477,44/ao ano, sendo que a Câmara gasta R$ 95.475,90, em média nos últimos oito meses;
2º) Historicamente, as administrações municipais têm repassado o duodécimo de forma parcelada de acordo com as necessidades do Legislativo;
3º) É público e notório que tradicionalmente o Legislativo tem devolvido recursos ao município no final do ano, o que deverá ocorrer também neste ano;
4º) Na data atual, a Câmara Municipal de Vereadores possui em conta corrente mais de R$ 119 mil – valor suficiente para quitar seus compromissos momentâneos;
5º) Até hoje o Poder Executivo sempre manteve um cordial relacionamento com o Poder Legislativo, primando pelo diálogo e respeitando a independência dos Poderes;
6º) Causa surpresa a ação desproporcional do Presidente da Câmara que em véspera de Eleições, de forma teatral, promover tal sensacionalismo, tentando desequilíbrio no pleito que se avizinha;
7º) Devemos ainda informar que em decorrência da queda da arrecadação que vem ocorrendo em função da atual política de isenções do Governo Federal, que é público, deixando de arrecadar mais de R$ 500 mil, as finanças do município também foram afetadas, comprometendo a arrecadação e consequentemente, alguns atrasos nos pagamentos;
8º) Também registramos o atropelo desmedido do Presidente da Câmara em aprovar um requerimento de última hora, sem obedecer os trâmites regimentais.
Desta forma, julgamos ter esclarecido à opinião pública e também levamos ao conhecimento de todos que ingressamos com mandado de segurança contra os atos ditatoriais do atual presidente do Legislativo Assisense.

Nenhum comentário: