19.4.12

Cuidado! É ano eleitoral...

É incrível como o ano de eleições mexe com a vida de todos e não estou me referindo apenas aos políticos, mas sim às pessoas que nos abordam na tentativa de saber mais. Quem são os candidatos? Como está o partido? E a coligação vai dar certo?
Realmente, é algo impressionante e muitos destes ainda dizem "não gosto de política"... acreditem...

Sem dúvida nenhuma é ano eleitoral. Ano de escolhermos o prefeito, o vice-prefeito e os 11 vereadores que vão representar a comunidade no Poder Legislativo. É hora de estarmos atentos a tudo o que nos rodeia, mas principalmente, é hora de olharmos para trás e analisarmos os resultados de cada gestão e decidirmos o que queremos com foco num futuro ainda melhor.

Sempre em ano eleitoral, surgem conversas de todo o tipo e mesquinharias de toda natureza, na tentativa de denegrir a imagem do outro, de colocar dúvidas na cabeça dos eleitores, de tentar desmoralizar um bom trabalho prestado... chegam até falar em CPI (mas no ano das eleições?), isso parece piada mesmo.

Ontem eu li uma matéria no blog Nova Pauta onde o presidente da Câmara de Vereadores, vereador Claudio, disse que não acredita numa investigação deste tipo, pois segundo ele, "vira em pizza". Acho que até faz sentido, pois lembram daquela outra? Aquela do "banquinho municipal"? Que credibilidade teria uma CPI em pleno ano eleitoral?

Mas por outro lado, para abrir uma CPI não basta querer, tem que ter um objeto concreto de que algo realmente necessita de ser investigado. Todos sabem que quanto a esta obra de asfalto que vai ligar o bairro Italiano até a ERS 377, o prefeito Ernani é o maior interessado em resolver o problema e esclarecer tudo, tanto que fez todas as tentativas possíveis e reuniões abertas a toda comunidade com a própria empresa licitada. Não existem "rolos" como está na postagem.
Quando faltou recursos até se tentou um aditivo contratual  com o governo do estado (e isso é legal), mas sem êxito, o prefeito decidiu fazer uma parceria com o prefeito de Santiago para concluir a obra, tanto que determinou a licitação para isso.
Houve erros? Até acredito que possa ter havido erros no momento da empresa cotar os valores para obra que, em decorrência da falta de matéria-prima em locais mais próximos, encareceu significativamente. O que importa agora é que a obra vai ser finalizada com recursos municipais e todos serão beneficiados, principalmente os nossos valorosos moradores do bairro Italiano.


Nenhum comentário: