15.9.11

A verdade sobre a Saúde Municipal




A administração municipal de São Francisco de Assis, através da Secretaria de Saúde, esclarece sobre assuntos pertinentes à gestão em saúde desenvolvida no município.

Não há surpresas para a administração municipal as informações publicadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que divulgou o ranking de investimentos em saúde nos municípios nos últimos cinco anos , confirmando investimentos em média de 15,40%, – mais de R$ 11 milhões em São Francisco de Assis. A surpresa está na desinformação de alguns vereadores que, mesmo tendo sido convidados pela Secretaria e Conselho Municipal de Saúde para a audiência pública para apresentação do relatório de gestão do ano de 2010, realizada na Câmara de Vereadores, não estiveram presentes e se colocaram como estupefatos pelos índices divulgados, dados estes que deveriam ser do conhecimento de qualquer legislador.


A tentativa dos vereadores em desqualificar uma conquista ao longo dos últimos seis anos, foi posta por terra com as informações divulgadas pela Secretaria de Saúde, através de indicadores que demonstram a qualidade da atenção em saúde prestada no município, mesmo com poucos recursos ( 15% é o investimento mínimo de aplicação municipal segundo EC 29). O próprio TCE ressalta que" os números do ranking não necessariamente representam qualidade do serviço." Ainda que é necessário que se faça uma análise qualitativa dos dados, pois pode haver altos investimentos em itens menos relevantes, não resultando em bons resultados práticos. Assim, o percentual investido em saúde no município não reflete a realidade da saúde municipal, pois, como demonstrado abaixo, vem implantando novas políticas e implementando as já existentes.

Considerando o conceito ampliado de saúde, que a define como o completo estado de bem estar, tendo como determinantes e condicionantes fatores como: alimentação, moradia, educação, saneamento, trabalho, renda..., São Francisco de Assis vem investindo fortemente na Atenção Básica, com prioridade para as ações de prevenção de doenças e promoção de saúde, fortalecendo os atendimentos nas Estratégias Saúde da Família. Segundo o Ministério da Saúde, 80% das necessidades da população são resolvidos na Atenção Básica, e somente 20% precisará de atendimentos mais complexos ou hospitalares. Assim, os investimentos devem ser muito bem administrados e aplicados em ações que revertam em qualidade de vida para a população, visto que investir em saúde não significa investir em doença, significa intervir antes que ela se instale.


A população poderá julgar se os recursos em saúde estão sendo bem aplicados e resultando em ações concretas de promoção de saúde. Veja esta análise, elaborada com dados da própria secretaria municipal de Saúde e da secretaria municipal da Fazenda:

Os nossos indicadores de saúde apontam os resultados.

Veja esta análise, elaborada com dados da própria secretaria municipal de Saúde e da secretaria municipal da Fazenda:


Em 2004

Em 2010

Acréscimo

Médicos

4

10

150%

Dentistas

3

6

100%

Enfermeiros

3

7

133%

Outros profissionais de nível superior

4

13

225%

Agentes de Saúde e técnicos

36

71

97%

Cobertura de ESF

33% da população

70% da população

112%

Consultas

51.312

84.414

64%

Exames

9.600

21.600

125%

Visitas domiciliares

23.000

40.800

77%

Promoções de Saúde

-

35.070 ações

*

Investimentos em valores

R$ 1.446.000, 00

R$ 2.790.000,00

93%

Recursos captados junto ao Estado ou Gov. Federal

R$ 709.000, 00

R$ 1.966.000,00

177%

Este quadro deixa explícito que na saúde de São Francisco de Assis, foram investidos mais de R$ 4,7 milhões somente no ano de 2010. E ainda conta com cinco unidades de saúde, sendo quatro de ESF, Centro Materno Infantil, CAPS, Academia Popular (somente São Francisco de Assis na região) e NASF (da região, somente São Francisco de Assis e Santiago possuem). Em construção e reforma: o novo CAPS, o futuro Centro Municipal de Especialidades e duas novas unidades de ESF ( Cohab e João XXIII).

Vale ressaltar que o CAPS foi implantado definitivamente em 2005, pois quando a administração 2005 assumiu, havia apenas uma dívida do prédio alugado e apenas dois profissionais atuando. Assim como a ESF João XXIII, que havia sido inaugurada, mas não possuía equipe formada e atuando.


São Francisco de Assis possui uma administração qualificada e transparente, que além de investir em saúde, vem garantindo outras realizações, como habitação, asfaltamentos, educação, ..., tendo a população como testemunha. Possui uma equipe de projetos, que tem angariado muitos recursos, investindo em obras e melhorias.

A partir desta análise, a administração municipal orgulha-se em ver o quanto foi possível realizar e em tudo que ainda está para ser concretizado e conquistado. A qualidade da saúde assisense tem o reconhecimento regional e, principalmente, da comunidade assisense.



Nenhum comentário: