2.8.11

Do Expresso Ilustrado


Coluna do Dr. Jari Espig
Jornal Expresso Ilustrado, em 29/07/2011.

Vagas novas?

Foi publicado, no último domingo, na Zera Hora, extensa matéria prevendo o aumento do número de vereadores, em vários municípios. Para surpresa e estarrecimento nosso, pela informação da Confederação Nacional dos Municípios, São Francisco passaria a ter mais dois novos edis, totalizando 11 parlamentares.

Até admito que muitos irão aplaudir o aumento, com a alegação de que é necessário, pois somente 09 são insuficientes para efetuar o árduo trabalho de fiscalizar as finanças do município e aprovar a legislação competente. Irão visualizar novas oportunidades, pois há muitas pessoas que buscam na Câmara um cabide de emprego, pois o salário, diga-se de passagem, é muito bom para os padrões assisenses.

Existem até aqueles que fazem da vereança uma profissão, o que é notório, em muitas cidades. No entanto, a meu ver, não se trata de quantidade, mas de qualidade. Se São Chico possui nove, atualmente, entendo que deve ser mantido tal número, pois a atuação dos atuais edis é suficiente para manter o Poder Legislativo Assisense.

Qualquer aumento de vagas é fato, no mínimo, polêmico e a sociedade assisense irá discordar, pois não podemos estimular a política do favor, deturpando a função do legislador municipal. Transformando-o em mero visitador de lares. Também é válido dizer que a estrutura social brasileira está viciada, pois ela vê no edil um assistente social, o que é histórico. Outrossim, vereador não é emprego, é um “munus” público.

Por isso, devemos instigar os vereadores para que sejam mais atuantes, pensantes e inovadores e até ousados. Os atuais devem comparecer aos atos do Município. Ficou extremamente deselegante, a ausência de alguns em atos inaugurais, como o da SAMU, no último dia 22. Participem, senhores! Por fim: pela manutenção das nove vagas; tão somente!

É o nosso desejo.

Nenhum comentário: